5 erros do recrutamento e seleção das empresas

Desenvolver um processo de recrutamento e seleção que realmente traga bons resultados para a empresa é um grande desafio, tendo em vista que exige a observação de uma série de fatores, que muitas vezes o time de Recursos Humanos não consegue dar conta, devido à alta carga de atividades da área.

Mesmo dedicando tempo e esforços excessivos para contratar profissionais qualificados, grande parte das empresas ainda não consegue alcançar bons resultados. Isso acaba gerando não apenas perda de tempo, mas de dinheiro para a empresa, considerando que uma contratação errada pode custar até 15 vezes um salário.

Neste artigo, trouxemos 5 erros que podem estar prejudicando o seu processo e indicamos quais são algumas formas de solucioná-los. Continue lendo e descubra!

1. Não fazer uma boa gestão do funil

Se você não tem uma boa ferramenta para fazer a gestão do seu funil de recrutamento, você provavelmente não consegue contar com indicadores que possam trazer insumos para acelerar o processo de contratação.

Além disso, um funil bem estruturado permite saber quais são as taxas de conversão entre as etapas do processo, e consequentemente a criação de metas assertivas para que o time possa preencher as vagas.

Para alcançar uma boa gestão, é preciso:
     1.1. Desenhar as etapas do processo
     1.2. Analisar as taxas de conversão entre cada uma das etapas
     1.3. Definir o SLA para realizar a contratação
     1.4. Definir as metas diárias para cada uma das etapas.
     1.5. Acompanhar os talentos no funil e testar novas estratégias para otimizar as taxas de conversão.

2. Fazer abordagens ruins

Com a crescente demanda de profissionais de tecnologia e a escassez em sua formação, os melhores profissionais do mercado acabam sendo disputados por diversas empresas. Isso implica nas mesmas pessoas recebendo diversas abordagens diariamente.

Se você apenas abordar a pessoa oferecendo uma vaga para ela, por maior e melhor que a sua empresa seja, talvez seja apenas mais uma abordagem no dia dela, que pode até nem ser respondida.

É necessário encantar essa pessoa, despertar interesse, realmente pensar como um vendedor. E acima de tudo, demonstrar interesse pelo momento de carreira dela, buscando entender se a oportunidade que você está oferecendo faz sentido para os desafios que ela está buscando.

Isso vai além de seguir boas práticas de comunicação, mas utilizar técnicas como copywriting, gatilhos mentais e construção de bons calls to action ao conversar com potenciais candidatos.

Leia mais sobre isso no artigo Leia mais sobre isso em: “Como ser um bom vendedor vai te ajudar a contratar os melhores talentos”

3. Não utilizar dados no processo

Você provavelmente já ouviu a expressão “dados são o novo petróleo”. Os profissionais da área de dados vêm sendo os mais cobiçados dos últimos tempos, por conta dessa consciência que está sendo formada acerca do potencial de bons dados.

Dados te ajudam a tomar uma decisão embasada, afastam “achismos” e diminuem as chances de erros. E é justamente isso que os tornam os grandes aliados do recrutamento. Coletar, armazenar e analisar dados do seu processo são ações que te ajudarão a melhorar a qualidade das suas contratações, diminuir o tempo para fechar as suas vagas e reduzir o custo por contratação.

Para saber como fazer isso, leia o nosso artigo Para saber como fazer isso, leia o nosso artigo “Recrutamento data driven: como estruturar?”

4. Não fazer gestão de aprendizagem

É normal que existam erros nos processos de seleção – ou em qualquer outro processo, principalmente os que envolvem aspectos comportamentais. Mas é necessário aprender com esses erros e buscar sempre o desenvolvimento.

Para isso, é necessário registrar os aprendizados e oferecer um espaço para que o seu time tenha acesso a essas informações. Isso vale principalmente para a gestão de insights sobre vagas com alta demanda na sua empresa. Se os aprendizados forem registrados ao fim do processo, sempre que essa vaga reabrir o seu time já saberá quais estratégias deram certo ou não com a vaga anterior e poderá evitar que os mesmos erros sejam cometidos.

Essa gestão não precisa ser feita de forma complexa, você pode iniciar esse procedimento utilizando uma planilha, por exemplo. O importante é começar a armazenar informações importantes e, quando for possível e necessário, buscar melhores ferramentas de gestão desses dados.

Registre coisas como: comunidades que trouxeram fluxo de inscritos, empresas anteriores de onde vieram os melhores talentos, postagens de divulgação que tiveram alto engajamento, ou qualquer dado que o seu time considere útil.

5. Deixar de enviar feedbacks aos candidatos

Esse é certamente um dos principais erros no processo: não enviar devolutivas para os candidatos. Isso vale tanto para os que são reprovados em etapas iniciais, quanto para os que avançam para o final do processo mas acabam não sendo contratados.

A ausência de feedbacks é frequente no mercado e é uma das principais queixas dos profissionais, sendo um grande motivo para que a experiência do candidato seja comprometida.

Vale ressaltar que uma boa experiência vai fortalecer a sua marca empregadora, garantindo que melhores candidatos sejam atraídos para o seu processo, e deve ser um dos principais focos do seu time de Recursos Humanos.

Por isso é importante criar um método de envio de feedbacks que seja bem estruturado, evitando que alguém acabe ficando sem retorno da sua posição no processo.

Conclusão

Todos os fatores acima dificultam que a sua empresa contrate bons profissionais. É necessário se atentar a todos eles e ter sempre um olhar construtivo para o seu processo, visando sempre economia de tempo, esforço e dinheiro.

Para te ajudar nesse desafio e construir um processo mais data driven, confira a Planilha de Gestão do Funil de Recrutamento. Através de taxas de conversão reais e metas diárias, você terá uma melhor visão do seu processo e poderá evitar alguns dos erros que trouxemos nesse artigo!

Baixe grátis a Planilha de Gestão do Funil de Recrutamento

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Rolar para cima

Inscrição confirmada!

Agora você terá acesso aos materiais da Intera diretamente na sua caixa de entrada!

Aproveita ;)