Como garantir uma boa experiência do candidato

O processo seletivo da sua empresa é o espelho da sua marca empregadora. É o primeiro contato que um candidato terá com a marca, com parte do seu time e com a sua cultura organizacional. E a expressão “a primeira impressão é a que fica” reflete perfeitamente a importância desse momento.

Ter uma boa experiência do candidato vai garantir um relacionamento mais próximo com os talentos que passam pelo seu processo, mantendo-os engajados e diminuindo as chances de desistirem entre as etapas.

No entanto, apesar de saberem da importância de uma boa experiência, muitas empresas ainda têm dificuldade em proporcioná-la, principalmente devido ao alto fluxo de talentos no funil. Diante disso, cometem erros de comunicação, gestão e ausência de transparência durante a jornada.

Nesse artigo vamos falar sobre alguns aspectos fundamentais para garantir uma boa experiência do candidato, que nos fizeram receber feedbacks incríveis sobre o nosso processo e criar uma base com mais de 40 mil talentos por todo o Brasil.

Mude a mentalidade dentro da sua empresa

O primeiro passo para ter uma experiência do candidato incrível é mudar a mentalidade dentro da sua empresa. A urgência de fechar as vagas abertas pode fazer com que, em alguns momentos, o time de recrutamento esqueça que do outro lado da tela estamos lidando com pessoas. E esse é um erro erro muito comum, que inclusive pode gerar consequências negativas e duradouras para a empresa.

É preciso entender que não existem candidatos bons ou ruins. Existem pessoas que têm um match com a sua vaga e outras que não se encaixam com aquilo que você procura. Isso significa ainda que, uma pessoa que não tenha o perfil da oportunidade no momento, pode vir a ter depois, então é essencial manter um bom relacionamento.

Para gerar essa mudança de mentalidade no Time Intera, revisitamos alguns termos que utilizávamos ao longo do nosso processo e buscamos alterá-los para garantir uma comunicação mais próxima e cuidadosa. A partir disso, geramos um manual de marca contendo mensagens, princípios e tom de voz para dialogarmos com os talentos. Esse manual é seguido por todo o nosso time, visando garantir uma comunicação sempre única e humanizada.

Realizar mudanças simples, como deixar de fazer referência aos profissionais como “candidatos” e passar a chamá-los de “talentos” fizeram toda a diferença para construirmos um processo (que hoje chamamos de jornada) que realmente seja cuidadoso e bom para os nossos talentos.

Desde que adotamos essa comunicação, temos recebido diversos feedbacks que demonstram o quanto essa simples ação faz toda a diferença para o processo:

Seja transparente

Não deixe que os talentos fiquem com dúvidas. Seja em relação às etapas do processo, à sua posição ou ao feedback recebido. Sempre deixe as coisas claras. Além de garantir uma melhor experiência do candidato, é uma questão de respeito e consideração com o tempo das pessoas.

Para começar isso da forma correta, é importante que os talentos saibam o que vai acontecer após a inscrição dele no processo. Uma boa maneira de garantir isso é enviar um material de onboarding.

Através desse material o talento deve entender qual será a jornada dele no processo, como serão feitas as etapas, por meio de quais plataformas será realizada a comunicação com ele, bem como qual é o canal disponível para que ele tire eventuais dúvidas.

Aqui na Intera, assim que um talento se inscreve em uma de nossas vagas, ele recebe um e-mail do nosso Time contendo todas as informações relevantes sobre as etapas com a Intera.

Além disso, é importante que o talento saiba em que momento da jornada ele está. Caso o tempo entre uma etapa e outra seja longo, mantenha a comunicação com o talento, deixe-o ciente do que está acontecendo no processo. Se a sua comunicação tiver intervalos muito longos, as pessoas podem achar que não estão mais no processo e buscar outras oportunidades.

Por fim, é essencial que os talentos recebam devolutivas. A transparência é a chave para tudo. É importante que a pessoa saiba qual motivo fez com que ela não avançasse no processo. Isso é também uma forma de permitir que ela entenda melhor sobre seus pontos fortes e fracos e se desenvolva, podendo inclusive tentar novamente uma nova oportunidade na sua empresa.

Um ponto importante é que quanto mais etapas a pessoa percorrer no seu processo, mais específicas as devolutivas precisam ser. Aqui na Intera utilizamos tipos de devolutivas diferentes para cada uma as nossas etapas. Afinal, quanto mais a pessoa se dedica ao processo e quanto mais relação você cria com ela, mais cuidadosa a sua empresa precisa ser com relação à profundidade dos feedbacks e como contribuir para evolução dessa pessoa.

Não tenha receio de dar feedbacks negativos, eles são oportunidades de crescimento. Conforme mencionamos anteriormente, é preciso ter em mente que não existem profissionais bons ou ruins, existem pessoas que fazem sentido para o contexto da sua empresa ou não. E não há mal nenhum nisso.

Pergunte, pergunte e pergunte!

Uma boa experiência do candidato nunca para de se desenvolver. É preciso sempre atualizar as etapas e buscar oportunidades de melhoria. E não há melhor canal para isso do que conversar com as pessoas que passam por esse contexto.

Não tenha medo de perguntar! Converse com as pessoas que participaram do processo da sua empresa e pergunte sobre suas percepções, se entenderam todas as etapas, se a comunicação foi clara desde o princípio, se as devolutivas fizeram sentido…

E esse não precisa ser um processo super elaborado, você pode enviar e-mails simples de pesquisa de satisfação, com perguntas objetivas e espaços para que elas possam contribuir com sugestões de melhoria.

O importante aqui é se colocar em uma posição de vulnerabilidade e deixar claro para as pessoas o interesse genuíno da sua empresa em evoluir.

Conclusão

Garantir a satisfação dos candidatos que passam pelo seu processo seletivo deve ser enxergado como prioridade dentro da sua empresa, e todos os seus colaboradores precisam estar na mesma página quanto a isso, indo para além do time de recrutamento.

Além de diminuir o número de desistências entre as etapas do processo, investir em uma boa experiência vai fortalecer a sua marca empregadora e pode até levar ao surgimento de promotores da sua empresa.

Para fazer isso, comece criando uma nova mentalidade, garanta sempre a transparência no processo e mantenha um diálogo com os talentos. Desse modo, o seu time vai garantir uma boa experiência do candidato, além de mantê-la em constante desenvolvimento.

Conte com a ajuda de nosso time de Talent Success no seu processo

Aqui na Intera temos um time voltado exclusivamente para o sucesso do talento, o qual chamamos de Talent Success. Eles acompanham os talentos desde o início da jornada com a Intera até os primeiros contatos com as nossas empresas parceiras.

Ao enviar talentos qualificados para o seu processo, a Intera te ajuda a diminuir o tempo gasto com contratações, deixando o seu time mais livre para desenvolver uma melhor gestão do funil e uma boa experiência do candidato, tudo isso enquanto garantimos uma experiência incrível por aqui também.

Quer saber como fazer isso? Entre em contato com a gente!

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Rolar para cima