Mapas de Calor: conheça essa ferramenta para aumentar a eficiência da sua página de vagas

Se você acredita que a sua página de vagas é atraente e eficiente para os candidatos, os mapas de calor podem provar que você está muito enganado.

Também conhecidos como “mapas flutuantes” e “mapas de cliques”, são ferramentas fundamentais para uma melhor compreensão do comportamento do público no seu site. Eles se mostram especialmente necessários para sites em que o visitante precisa realizar alguma ação, como é o caso de uma página de inscrição em processos seletivos.

Quando criamos uma página de um processo seletivo, o objetivo é que cada informação ali seja útil para o potencial candidato, e que preferencialmente tudo ali esteja otimizado. Contudo, é bem provável que haja pontos mortos no seu site, ou seja, áreas que passam despercebidas para praticamente todo seus visitantes.

Não há problema em essas áreas existirem, contudo é bom se certificar de que esses pontos mortos não contenham informações essenciais sobre a oportunidade. Por isso é importante saber quais são os elementos do seu site que os seus visitantes prestam mais atenção e interagem mais. Como recrutador, essas informações são cruciais para criar estratégias para alcançar uma melhor performance dos processos seletivos.

Estudos mostram que em um ambiente onde é preciso tomar decisões rápidas, os visitantes de um site tendem a interagir com o link de maior impacto visual ao invés de sua preferência usual. Isso implica que saber quais são os pontos da sua página que mais chamam atenção permite que você crie possibilidades de interação nesses pontos e, assim, aumente as taxas de conversão do seu site. Se há maior interesse do público em determinadas áreas, deve-se analisá-las para verificar de que modo a página pode entregar melhores resultados.

O que é um mapa de calor?

Um mapa de calor é um tipo de visualização de dados onde os valores individuais são contidos em uma matriz por meio de variações na coloração. O termo “mapa de calor” foi originalmente introduzido pelo designer de software Cormac Kinney em 1991 para descrever uma tela 2D que representa informações do mercado financeiro em tempo real, embora visualizações semelhantes existam por mais de um século.

As mais diversas profissões fazem uso de Heatmaps, ou mapa de calor, na tradução do inglês, para tornar conjuntos complexos de dados fáceis de compreender e acionáveis. Esse é o motivo deles serem tão eficazes: tanto gráficos quanto tabelas precisam ser interpretados para serem entendidos, mas os Heatmaps são praticamente autoexplicativos.

A tecnologia do Heatmap é utilizada em diversas ocasiões, até mesmo no esporte por exemplo, mostrando como os atletas se deslocam em uma quadra. De maneira análoga, o heatmap de um site mostra por quais partes das páginas o visitante costuma mais gastar tempo e interagir mais.

A intensidade e o tom de cor são as indicações de maior ou menor presença nas determinadas áreas da página. As áreas mais quentes (avermelhadas) são as que apresentam maior intensidade de navegação, enquanto que as áreas mais frias (azuladas) representam menor interação, havendo também tons intermediários entre esses dois.

No contexto dos Heatmap, há quatro categorias de interação que podem ser detectadas:

Click maps:
O objetivo é indicar quais áreas do seu site um usuário mais clica. Ele é muito útil para você identificar áreas mortas, que não possuem links ou botões, mas que por algum motivo estão atraindo cliques.

what is a heatmap

Scroll maps:
O objetivo é indicar até que ponto da página o usuário está vendo o conteúdo. Se o seu site tem uma taxa de rejeição alta, um scroll maps será muito útil, pois, ele permitirá descobrir em que altura da página o usuário sai do seu site.

Use Hover maps to get qualitative data

Hover maps:
O objetivo é indicar o movimento do cursor do usuário enquanto ele navega no site. Também chamados de mapas de movimento de mouse, baseado na ideia de que o mouse tende a acompanhar a leitura ou estar próximo do campo que o usuário está olhando, ele é muito útil para gerar insights sobre onde colocar um call-to-action em seu site ou sobre como o usuário está consumindo o conteúdo.

Hotjar-more-than-just-heatmaps

Recording maps:
Esse tipo de mapa é na verdade é uma gravação da tela do usuário navegando.Uma excelente ferramenta para você aprender sobre a usabilidade do seu site. Com ele, você pode analisar como especificamente a navegação de cada um dos visitantes do site.

Agora que conhecemos os tipos de mapa de calor, segue uma lista das ferramentas de Heatmaps mais famosas do mercado:

Conclusão:

Os mapas de calor são grandes aliados de um time de RH. Com eles é possível implementar estratégias para gerar mais pontos de conversão, otimizar os conteúdos sobre os processos seletivos e reduzir a taxa de rejeição das páginas de inscrição. Otimizar é fundamental para o crescimento da sua empresa no meio digital, então o heatmap faz toda diferença em uma boa estratégia de aquisição de candidatos para empresas de todos os tamanhos.

Otimize a sua conversão de candidatos qualificados com uma página de carreiras da Intera

Aqui na Intera a nossas páginas estão sempre em otimização, porque realizamos diversos estudos e testes visando gerar o máximo de conversão. Você pode otimizar a conversão de candidatos qualificados da sua empresa sendo parceiro da Intera.

Cada uma de nossas empresas parceiras têm uma página de carreiras 100% personalizada e que reflete a sua marca empregadora. É através dela que os talentos encontram as vagas abertas e realizam a inscrição no processo! 

Quer saber como também contar com essa parceria? Entre em contato com a gente!

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Inscreva-se em nossa newsletter

E receba novos conteúdos sobre recrutamento digital através do seu e-mail

Rolar para cima